top of page

APT condena atos de vandalismo em Brasília


A Associação dos Profissionais de Turismo da Baixada Santista (APT) vem manifestar seu total repúdio aos atos de vandalismo registrados na invasão aos três poderes em Brasília, no lamentável episódio de ataque à democracia, no dia 8/1. De forma veemente, condenamos qualquer tipo de ação que coloque em risco o sistema democrático brasileiro, bem como toda e qualquer manifestação que promova a violência, o ódio e a depredação do patrimônio público. Nos últimos dias, os profissionais do turismo foram surpreendidos com a citação e a indicação de que empresas do setor estavam ligadas aos atos ilegais ocorridos em Brasília. Por isso, a APT, representando seus associados e demais trabalhadores da indústria do Turismo, repudia qualquer conduta não condizente com o profissionalismo e a ética da grande maioria dos trabalhadores e empresários do setor.


Infelizmente, todo o segmento do turismo perde com mais essa atitude de poucos, que não representam o real entendimento da maioria, totalmente comprometida com a indústria do turismo e ciente de seu potencial para alavancar a nossa economia.


Apenas em 2022, o setor de turismo foi o responsável por cerca de 30% dos novos postos de trabalho e promoveu, de forma significativa, a retornada econômica em diversos segmentos da sociedade. O Turismo representa cerca de 7% do Pib Nacional e foi o setor que mais ajudou no crescimento e no fortalecimento econômico do Brasil.


**O setor de turismo segue em ritmo de crescimento e acumula uma alta de 36,9% no volume de serviços de janeiro a setembro, na comparação com o mesmo período de 2021. Neste ano, o resultado positivo foi impulsionado pelo aumento na receita, principalmente de empresas que atuam nos segmentos de transporte aéreo de passageiros, restaurantes, hotéis e locação de automóveis. Os dados foram divulgados no dia 11/11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


**Todas as 12 Unidades da Federação que integram o Índice de Atividades Turísticas registraram taxas positivas no período, com destaque para Minas Gerais (58,7%), Rio Grande do Sul (47,6%), Ceará (47,5%), São Paulo (44,3%) e Santa Catarina (36,9%), que alcançaram índice igual ou superior à média nacional (36,9%). Estes resultados consolidam a movimentação das atividades turísticas 0,7% acima dos níveis registrados no período pré Covid-19 (fevereiro de 2020).


***Para 2023, há uma expectativa de crescimento do setor em cerca de 53,6% em comparação ao ano anterior. As informações do terceiro trimestre e a projeção para os próximos meses fazem parte do boletim da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), importante parceira da Federação do Comércio Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).


Todos esses dados demonstram de forma clara e objetiva a grandeza e a importância do setor de Turismo como pilar do desenvolvimento econômico do nosso país. Por isso, esperamos que sejam realizadas as devidas investigações e determinadas as devidas punições, seguindo a letra da lei, a todos que se envolveram com esse lamentável episódio da nossa história.



Referências:

** cópia do texto na integra, com os dados da reportagem do governo;

*** dados da feicomercio;


Fontes:






2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page