Anvisa X Temporada de Cruzeiros no Brasil


A Associação dos Profissionais de Turismo da Baixada Santista (APT) teve conhecimento de um posicionamento da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) negando a liberação da temporada de cruzeiros 2021/2022. A informação veio por nota enviada pela assessoria de imprensa da Anvisa ao nosso departamento de comunicação, nesta sexta-feira (10/9), e tem o seguinte teor:


As evidências de caráter sanitário e epidemiológico nos planos nacional e internacional, que sustentam as manifestações técnicas da Anvisa a fim de proteger a saúde da população, não autorizam, neste momento, a reavaliação do posicionamento da Agência sobre a suspensão da temporada de cruzeiros marítimos no Brasil.

Apesar do peso desta informação, que já começa a ser replicada pelos meios de comunicação, a APT recomenda que todos, profissionais do trade ou consumidores, mantenham a serenidade neste momento.


Entendemos que há uma grande expectativa para a retomada deste segmento, cuja temporada estava prevista para ter início em 5 de novembro no Porto de Santos. O Terminal Concais informou, no começo de setembro, que seis navios eram esperados para percorrer a costa brasileira até meados de abril de 2022.


Temos plena noção do impacto de uma segunda temporada cancelada e, por isso mesmo, já iniciamos articulações para unir forças e retomar o diálogo com a Anvisa e demais órgãos competentes. Enquanto representante dos profissionais do Turismo, a APT fará reverberar o anseio de todo o trade, bem como a vontade dos consumidores e amantes dos cruzeiros.


Vale lembrar que as companhias marítimas presentes no Brasil já encaminharam para as autoridades, em especial, para a Anvisa, todo o projeto e readequação necessária para garantir a segurança de todos (passageiros e tripulantes) e, com isso, reforçar o compromisso de retomada das viagens de cruzeiros marítimos pela Costa Brasileira.


Continuaremos buscando alternativas para que o Governo Federal possa deliberar sobre esse importante segmento, não só para o turismo, mas também para a economia. Principalmente, para a economia das cidades da Baixada Santista.


Eduardo Silveira

Diretor-presidente da Associação dos Profissionais do Turismo da Baixada Santista (APT).


187 visualizações0 comentário